Mestre-sala e porta-bandeira o casal mais badalado da Sapucaí

O casal de mestre-sala e porta-bandeira é o mais famoso do Carnaval. Sempre com suas roupas cheias de luxo, eles contagiam a Sapucaí com beleza e simpatia!

O casal de mestre-sala e porta-bandeira é um dos grandes destaques da Marquês de Sapucaí. Você sabe o motivo deles usarem roupas tão luxuosas? Descubra!

O casal de mestre-sala e porta-bandeira traz simpatia, beleza e luxo para a Marquês de Sapucaí

O casal de mestre-sala e porta-bandeira traz simpatia, beleza e luxo para a Marquês de Sapucaí

As escolas de samba surgiram no Rio de Janeiro, mas o carnaval foi trazido para o Brasil pelos portugueses na época da colonização. Nos desfiles são apresentados vários elementos tradicionais, como a ala das baianas, a velha guarda, a bateria, carros alegóricos,  mestre-sala e porta-bandeira, dentre outros.

O casal de mestre-sala e  porta-bandeira apresenta-se usando trajes que representam a nobreza do século XVIII, porém com o exagero dos enfeites.

Historicamente falando, o casal de mestre-sala e porta-bandeira surgiu no período da colonização, quando a corte portuguesa realizava o entrudo nas casas grandes, as sedes das fazendas.

Registros mostram que durante as brincadeiras realizadas no entrudo, um casal de escravos, encantado com a festa, passou a acompanhar o movimento andando atrás do festejo, observando-o de longe. Os casais dançavam elegantemente com roupas de gala, o que chamava a atenção dos escravos que os observavam.

Com o passar dos anos, os negros adotaram o entrudo como festa e, durante ela, o casal imitava seus senhores, os barões e baronesas, como motivo de gozação. A brincadeira agradava a todos, tornando-se uma tradição da festa, sendo mais tarde batizados como mestre-sala e porta-bandeira.

Durante os desfiles das escolas de sambas, os casais de mestre-sala e porta-bandeira fazem uma apresentação especial para os jurados, com o objetivo de atingir a nota máxima.

A avaliação é feita conforme a exibição do casal de mestre-sala e porta-bandeira, que deve bailar suavemente ao ritmo do samba, fazendo os passos considerados obrigatórios, como meneios, giros, meias-voltas, mesuras e torneados. Além desses, o casal de mestre-sala e porta-bandeira é avaliado pela harmonia entre ambos, a integração dos passos, o cortejo do homem, a proteção e cortesia que dá à sua dama e à bandeira da agremiação – que representa todo o pavilhão da escola de samba.

A avaliação vai também para a apresentação da porta-bandeira, que deve carregar o estandarte da escola sem deixá-lo enrolar ou bater em seu próprio corpo, com leveza, gracejo e correspondendo aos cortejos do mestre-sala.

As roupas do casal de mestre-sala e porta-bandeira devem estar nas cores da escola, mas também adequadas para a apresentação, com acabamentos bem feitos e extremamente luxuosos. Devem também estar adequadas à apresentação, não impedindo os movimentos do casal.

Outras matérias relacionadas ao Carnaval

Puxadores de samba a voz marcante presente na Sapucaí

Sambódromo RJ escolha o setor que tem a sua cara e caia na folia

Harmonia e evolução de uma escola de samba, aprenda como funciona

Samba-enredo o hino que bota o povo pra dançar na Marquês de Sapucaí

Desfile das campeãs carnaval do Rio, ingressos e informações

Ensaios técnicos o início do aquecimento dos tamborins

Escolas de samba mirim o carnaval desde cedo no Sambódromo

Rainhas de bateria carisma e sensualidade, qual sua preferida?

Mestre-sala e porta bandeira Mocidade carnaval de 2013

Incoming search terms:

  • oque mestre sala e porta bandeira
  • vestimenta porta bandera brasil
  • Mestre sala porta bandeira
  • Mestre sala e porta bandeira unidos da tijuca 2018
  • Mestre sala e porta bandeira da cidade d santp
  • mestre sala e porta bandeira
  • imagens de mestre sala e prota bandeira
  • imagens de mestre sala e porta bandeira
  • imagem de mestre sala e porta bandeira
  • como surgiu a bandeira do carnaval
Compartilhe e curta nossos posts